Leilão da Receita Federal tem iPhones, PS4 e Switch; veja como participar

De tempos em tempos, a Receita Federal realiza leilões em aeroportos ao redor do Brasil, para se desfazer de mercadorias que foram apreendidas na alfândega ou abandonadas. Os produtos costumam ser arrematados a preços muito mais acessíveis do que os valores de mercado, então esse tipo de leilão sempre acaba chamando a atenção.

O leilão da vez acontece no Porto de Itajaí, em Santa Catarina, onde foram disponibilizados para ofertas públicas 81 lotes com produtos de todos os tipos. Destes 81, 55 deles estão abertos a pessoas físicas, sendo que 32 deles são compostos por eletrônicos, como iPhones, iPads, unidades do PS4, do Xbox One, caixas de som, e Macbooks.

Por exemplo: o lote 46 conta é composto por um iPad de 32 GB (ano de lançamento não especificado) e um Xbox One S com o jogo Fifa 17. O preço mínimo do lote é de R$ 1.300, o que está bastante abaixo do valor de mercado dos dois produtos. Da mesma forma, o lote 45 vem com um Nintendo Switch, um Pro Controller e um iPad, pelo menos preço mínimo de R$ 1.300.

Em leilões da Receita, é sempre recomendável dar uma olhada no edital do leilão, que pode conter algumas informações importantes. Também é recomendável visitar o local onde estão armazenados os produtos para ter uma noção boa do estado de cada lote, uma vez que a Receita não se responsabiliza por produtos avariados.

Para conferir a lista completa de lotes e o edital, você pode acessar este link. Fique ligado: o prazo limite para realizar ofertas é até esta terça-feira, 11 de setembro.

Como participar?

Para participar dos leilões eletrônicos da Receita Federal, é necessário acessar o portal e-CAC da Receita Federal, que exige um código de acesso. Um guia mostrando como pessoas físicas podem gerar esse código pode ser encontrado aqui (pdf). É necessário possuir também um certificado digital

Neste caso específico, o leilão é aberto a pessoas físicas, mas nem todos os leilões são iguais. Em alguns casos, apenas é permitida a participação de pessoas jurídicas. É necessário estar em dia com a Receita Federal para participar.

Vale notar que os valores mostrados ao lado dos produtos são os lances mínimos. Como se trata de um leilão, aquele dificilmente será o preço final pelo qual o lote será vendido. Além disso, os valores lançados nos leilões da Receita Federal estão sujeitos a ICMS, que é calculado posteriormente.

O esquema é diferente de uma compra tradicional, e é extremamente importante conferir o texto completo do edital de qualquer lote interessante. Isso porque o edital explica como será o leilão, quais propostas podem ser feitas, como deverá ser feito o pagamento (que pode levar a multas se não for feito adequadamente) e como será a entrega ou retirada dos produtos.

Categoria:Destaques

Deixe seu Comentário